O que causa impotência sexual?  

O que causa impotência sexual?

Podemos classificar as causas da impotência, ou disfunção erétil, em dois grandes grupos:

Causas puramente psicológicas (10% de todas as causas) e
Causas físicas ou orgânicas (90% ou todas as causas).
Causas psicológicas
Há muitas razões para uma causa puramente psicológica ou não orgânica da impotência. Pode começar abruptamente, geralmente após um grande trauma psicológico. Ou, pode instalar-se gradualmente como resultado de depressão, ansiedade e estresse crônico. Além disso, em muitos transtornos mentais, a libido e a potência sexual podem ser afetadas.

Leia também: Estimulante sexual masculino e feminino, qual é o melhor

Por outro lado, há uma situação muito comum, que afeta pelo menos uma vez todos os homens adultos, particularmente aqueles envolvidos em relacionamentos sexuais casuais, o que é chamado de ‘ansiedade de desempenho’, ou medo do fracasso. Muitas sociedades esperam dos homens um papel sexual agressivo e consideram que a falta de desempenho é vergonhosa. Assim, a auto-estima de um homem pode ser prejudicada pela impotência ocasional e isso pode levar à ansiedade e à inibição dos reflexos sexuais.

A falha ocasional na execução também é encontrada em muitas outras situações. Eles podem ser, por exemplo, uma simples falta de relacionamento com o parceiro sexual, discórdia conjugal (como depois de uma briga) a presença de elementos perturbadores no ambiente, como ruído ou luz, uma diminuição temporária da libido sexual, devido a fadiga ou preocupações, ou o medo de ser pego em um relacionamento ilícito.

Uma questão importante feita pelos médicos para determinar a causa da impotência é se o paciente frequentemente acorda com uma ereção. As ereções ‘matinais’ são fisiológicas e estão relacionadas aos mecanismos de suprimento sangüíneo durante o sono, e não à excitação sexual. A presença dessas ereções geralmente significa que nenhum distúrbio orgânico é a principal causa. Usando um anel de selos colados ao redor do pênis flácido durante a noite também é um dispositivo simples para verificar se as ereções ocorrem no sono (um anel quebrado pela manhã é a prova).

No entanto, fatores psicológicos também estão presentes quando a causa da impotência é puramente orgânica. A incapacidade de conseguir ereção nesses casos aumenta a ansiedade e o medo de não se apresentar.

Causas Físicas
Existem muitas causas físicas para a impotência temporária ou crônica, que pode ir de causas facilmente evitáveis ​​ou curáveis ​​a causas muito graves, que não podem ser curadas sem medidas invasivas e radicais, como cirurgias.

As seguintes causas são bem conhecidas e estudadas:

Problemas com o fornecimento de sangue ao pênis
Efeito colateral de medicamentos e drogas
Distúrbios do sistema nervoso
Distúrbios hormonais
Danos estruturais ao pênis
Outras doenças complexas ou multissistêmicas

Doença vascular periférica
Esta é, de longe, a causa mais comum de disfunção erétil, porque está correlacionada com muitas doenças sistêmicas que afetam direta ou indiretamente os vasos sangüíneos da região genital. Doenças crônicas como diabetes mellitus, colesterol alto, pressão alta, insuficiência renal, doenças cardíacas, entre outras, são muito comuns e levam à destruição das paredes contráteis das veias ou provocam endurecimento, estreitamento ou obstrução das artérias que levam a o pênis. Como é explicado na seção ‘Processo de ereção no homem’, na edição atual da Brain & Mind, a ereção do pênis ocorre quando o sangue, carregado pelas artérias de suprimento do pênis, engloba corpos eréteis feitos de tecido esponjoso. Qualquer falha nesse mecanismo de preenchimento, como o estreitamento das artérias pelas placas ateroscleróticas, pode levar a uma insuficiência erétil. A ereção é mantida por um fechamento fisiológico do fluxo de sangue acumulado no pênis, através dos vasos venosos. Qualquer falha nesse mecanismo (relaxamento do sistema vascular do pênis) resulta em ereções menos rígidas ou na incapacidade de mantê-las longas o suficiente para completar o coito.

A insuficiência vascular é talvez a causa que correlaciona melhor com a idade, explicando grande parte do aumento da disfunção erétil. Geralmente, a impotência causada por fatores vasculares aparece lentamente ao longo dos meses ou anos, causando primeiro uma diminuição na firmeza das ereções e, em seguida, tornando-se mais intensa.

A abordagem diagnóstica para a doença vascular é investigar com um aparelho de ultra-som especial, chamado cavernossonograma Doppler, que é capaz de fazer uma imagem colorida do fluxo sanguíneo no pênis.

Medicamentos e Drogas
Mais de 200 medicamentos prescritos e não prescritos são conhecidos por afetar a função erétil no homem. De fato, há tantas e, para tantas condições, que essa deve ser uma das principais causas da impotência orgânica. Algumas dessas drogas promovem a impotência, agindo no sistema nervoso central. Outros afetam a intensidade do suprimento de sangue para o pênis ou promovem o relaxamento dos vasos sanguíneos. Entre eles estão:

Medicamentos usados ​​para tratar a hipertensão arterial (hipertensão arterial), como os diuréticos espironolactona e tiazídicos, e os beta-bloqueadores
Medicamentos usados ​​para tratar a depressão (antidepressivos)

Conheça também: > Xanimal bula

Leave a Reply